quarta-feira, 4 de março de 2015

My cat

Já devem estar fartos de saber que tenho duas gatas: uma na Madeira (a Chanel) e uma em Évora (a Prada). Vou falar-vos da última.
Eu nunca tinha sido família de acolhimento temporária mas há uns meses colocaram um pedido de ajuda no meu grupo da turma: uma associação precisava urgentemente de uma FAT para uma gatinha. Por alguma razão e apesar de já ter visto imensos pedidos do género e nunca ter feito nada, mandei-lhes mensagem a dizer que estava disponível. Combinámos e passado pouco tempo (eram 22h/23h) bateram-me à porta com a gatinha numa transportadora. Contaram-me que ela tinha sido encontrada no meio do mato, estava a chover imenso e tinha sido abandonada pela mãe. Pelo tamanho, julgavam que ela tinha cerca de 10 dias. Explicaram-me como preparar o leite, como ajudá-la a fazer as necessidades (ela não tinha forças nenhumas, era preciso massajar a barriguita dela) etc. E pronto, de repente tinha um gato em risco de vida nas minhas mãos do qual eu devia tomar conta durante pelo menos 10 dias.
No dia seguinte, levámo-la ao veterinário que nos disse que afinal ela não tinha 10 dias mas cerca de 1 mês e meio/2 meses. Nem parecia um gato, tinha a cara toda deformada porque não tinha músculo quase nenhum e pesava 200 gramas.
Tinha de alimentá-la de duas em duas horas por isso levei-a comigo para as aulas e foi nesse dia que decidi ligar para a associação e dizer que queria adotar a Prada. Apaixonei-me num instante e não queria ficar sem ela. A Prada melhorou num instante (ganhou 250 gramas numa semana) e começou a parecer uma gatinha.

Quem me acompanha no Facebook ou no Instagram, já sabe que a Prada foi esterilizada no Sábado. A cirurgia correu bem mas pedi para fazerem o teste do FIV (vírus da imunodeficiência felina) e FELV (leucemia felina) e descobri que ela tem FIV. É também conhecido como «sida dos gatos» e provoca a diminuição das defesas do animal, ficando mais suscetível a infeções secundárias. Como ela foi encontrada na rua com 1 mês e meio, o vírus provém quase de certeza da mãe.
Eu já sabia dos problemas que ela podia ter ao vir da rua mas custou-me receber a notícia. Tal como nos humanos com HIV, os sintomas podem aparecer anos mais tarde.
Não há cura, a única coisa que posso fazer para além dos cuidados extra para não apanhar infeções, é estar aqui para ela.

1º e 3º dia da Prada na minha casa.



Love, Mi

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Car rides

Nunca tive um grupo só de raparigas até chegar à universidade. Temos as nossas conversas, estamos em sintonia e sabemos que podemos confiar plenamente umas nas outras. São as minhas melhores amigas (e estão sempre a pedir para falar delas no blog).
Vamos sempre juntas para as aulas. Chegamos ao carro de manhã, temos muitas novidades para contar e damos umas quantas gargalhadas (nem que seja devido à minha cara de zombie - não sou propriamente uma «morning person»). Também debatemos se devemos tomar café primeiro ou ir logo para a aula (o café ganha sempre).
Recentemente algo mais passou a fazer parte das nossas viagens de carro: a música Blank Space da Taylor Swift. Está sempre a dar na rádio e se ao início apenas eu achava piada (e elas reviravam os olhos), agora todas sabemos a letra e fazemos uma festa dentro do carro enquanto cantamos com todo o nosso entusiasmo "OH MY GOD, WHO IS SHE?". Isto torna as manhãs mais animadas, mesmo quando temos um dia inteiro de aulas pela frente.

I’ve never had a girls-only group until I reached university. We have our talks,we are always in sintony and most importantly we know we can fully trust each other. They are my best friends and they constantly beg me to talk about them to you all.
We always go to class together so,in the morning, when we all meet in the car there is a great amount of gossip and news to catch on always mixed with laughter and giggles (even though these are due to my zombie face – I’m not really a morning person). As we reach the campus there is always a discussion on whether we should hit the class already or just get some coffee and talk some more. Coffee is the major winner, day after day.
Recently our car trips have a new element: Taylor’s Swift major hit “Blank space”. It’s constantly on the radio - when this song was released only I liked it and for that simple fact they rolled their eyes at me. But now?! Now they love it too and we all sing along to “ OMG,WHO IS SHE?” with tremendous excitement! This is that one thing that makes our mornings more cheerful despite the long day ahead.


Love, Mi

Dress

Todos os anos tenho um jantar de curso da minha universidade, onde vão os alunos de todos os anos de Medicina Veterinária e alguns professores. Isto para as raparigas no geral, gera várias preocupações: Que vestido vou levar? E os sapatos? Também me dava jeito uma clutch... E o penteado?! etc.
Eu não sou exceção. No ano passado levei um vestido preto curto, justo, sem alças, alisei o cabelo, batom vermelho, clutch e sapatos pretos, uns detalhes dourados e pronto.
Este ano voltarei a apostar no preto pois por alguma razão não consigo fugir a esta cor no que toca a vestidos. Os sapatos e a clutch serão os mesmos visto que os comprei especificamente para o jantar do ano passado e servem perfeitamente para agora. O vestido decidi encomendar da TOBI, uma loja online com um excelente atendimento. Estava em dúvida em relação às medidas por isso enviei um e-mail ao qual me responderam muito rapidamente. Para além disso foram bastante simpáticos. A TOBI oferece um desconto de 50% na vossa primeira compra e os portes são grátis. Estes factores aliados a um vestido que adorei assim que o vi foram mais do que suficientes para fazer a compra.
Agora falta-me outro pormenor: o penteado. Alguma ideia? :)


Love, Mi

.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Must follow

Gosto de estar sempre a descobrir blogs novos. Normalmente vejo as sugestões do Bloglovin, as pessoas que comentam aqui e noutros blogs ou então que comentam no Facebook. E foi assim que descobri a Maria das Palavras, mais concretamente através duma foto do bolo do caco que partilhei na página (o bolo do caco só traz coisas boas).
Fui visitar o blog por curiosidade e acabei por ler todas as publicações. Sim, todas (stalker much?). «Este é um blog sobre a desconstrução de tudo e mais alguma coisa, com a dose de pragmatismo, sarcasmo e pretensão com que me apetecer temperar cada post. Mesmo quando falo muito a sério.» Esta descrição é perfeita para este blog que se distingue pelo humor e originalidade. E claro, a rubrica «Sou a blogger menos in do pedaço» é das melhores que vi até hoje. Visitem, tenho a certeza de que vão adorar :)

Love, Mi